Thomas Padley – Manhã – 12/01

Centralidade de Cristo

Todo cântico, toda dança, todo ato de louvor, vida da Igreja, deve nascer no próprio ser de Deus. Tudo o que nasce em Deus gera fruto.

Muitas pessoas ficam presas em um desejo e não conseguem caminhar. Um desejo não realizado nos deixa frustrados.

Cl.1.15 a 23 – A essência de tudo é Cristo.

Podemos dizer que o Brasil tem sido grandemente abençoado, mas inda não estamos vivendo um avivamento. O avivamento ainda não veio porque cada um está buscando os seus próprios interesses. Não há unidade na Igreja. Aqueles que têm um pouco de autoridade no reino, está mais preocupado com seus projetos do que com a centralidade de Cristo. Cristo ainda está em segundo plano.

Lc.17.21; Pv.4.23 – Deus, em sua sabedoria, ele escolheu nos usar. Por isso há uma grande batalha nos céus para capturar o nosso coração.

A mesma comunhão que existe entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo deve existir na Igreja.

Vemos que muitos ministérios têm trabalhado em nome de Jesus, usando o nome de Cristo como uma forma de legalidade. Devemos trabalhar por amor, como aquele escravo que foi marcado na orelha por ter escolhido ficar com o seu Senhor por amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: